Retinoblastoma é um câncer comum em crianças com menos de cinco anos e pode ser tratado com radioterapia

Retinoblastoma é um câncer comum em crianças com menos de cinco anos e pode ser tratado com radioterapia

O jornalista Tiago Leifert e sua esposa, Diana Garbin, revelaram que a sua filha Lua, de 1 ano e 3 meses, foi diagnosticada com retinoblastoma, um câncer que acomete o olho durante a infância e considerado o tipo mais comum de neoplasia que acomete o olho durante a infância. A maioria dos casos, 90%, é em crianças com menos de cinco anos de idade. É um tumor maligno que se desenvolve na retina, devido a uma mutação num gene no cromossomo 13. Estatísticas mostram que anualmente cerca de 400 crianças são diagnosticadas com esse tumor no Brasil.

O principal sintoma do retinoblastoma é a lecocoria, ou seja, um reflexo branco na pupila, conhecido como reflexo do olho de gato. Essa situação está presente em 90% dos casos diagnosticados. Uma forma de verificar esse sinal é sob luz artificial, quando a pupila está dilatada, ou em fotos com flash. Em crianças com os olhos saudáveis, o reflexo do flash é sempre vermelho e não branco. Outros sintomas são a baixa visão, estrabismo e deformação do globo ocular.

Em fase inicial a doença tem até 90% de cura. Entre os principais tipos de tratamento estão a radioterapia, cirurgia, crioterapia, terapia a laser (fotocoagulação ou termoterapia e quimioterapia. As opções terapêuticos serão baseadas no estágio que a doença foi diagnosticada.

Escreva sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

17 + 6 =

Maio, Mês de combate ao melanoma
Quando diagnosticado no início o melanoma pode ter até 99% de taxa de sobrevida
Saiba Mais
31 de Março Dia da Saúde e Nutrição
Saúde da mulher: orientações para prevenir o câncer
Saiba Mais
Radiocirurgia craniana
Radiocirurgia craniana é um procedimento não invasivo usado para tratar tumores no cérebro ou no sistema nervoso central
Saiba Mais

Receba novidades