A importância da alimentação saudável durante a radioterapia

A rotina de uma parcela da população brasileira precisou mudar devido à pandemia de coronavírus para evitar a disseminação da doença COVID-19. Durante o período de isolamento social e quarentena, muitas pessoas podem se alimentar de uma maneira inadequada devido a diversos fatores, como, por exemplo, encontrar na comida uma forma de aliviar o estresse ou ansiedade. Porém, assim como em tempos tranquilos, a alimentação saudável é fundamental para ajudar na manutenção da saúde principalmente para pacientes em tratamento com radioterapia, que precisam alimentação saudável durante a radioterapia. 

Pacientes em tratamento com radioterapia devem redobrar esses cuidados alimentares e manter a dieta equilibrada, oferecendo os nutrientes e energia fundamentais para que o organismo continue trabalhando corretamente e consequentemente possibilitar uma melhor reação aos efeitos colaterais do tratamento, o que poderá evitar a alteração do peso e possíveis infecções em razão da baixa imunidade causada pelo câncer.

Especialistas apontam que é importante ingerir diferentes grupos de alimentos diariamente, uma vez que nenhum alimento contém todos os nutrientes necessários para uma dieta saudável. A alimentação deve conter porções de proteínas animal e vegetal, verduras, legumes, grãos e carboidratos. O consumo de no mínimo dois litros de água por dia também é de extrema importância. O paciente também pode adicionar outros líquidos para ajudar na hidratação, como chás, sucos naturais e água de coco. As bebidas alcoólicas devem ser evitadas durante o tratamento.

A recomendação é que cada pessoa busque a ajuda de um profissional capacitado antes de iniciar qualquer plano alimentar. Dessa maneira, será possível elaborar uma dieta com cardápios que irão suprir todas as necessidades do organismo. Cuide-se!

Dica de montagem de um prato saudável

1 – Verduras e legumes: devem compor ½ do seu prato.

Vegetais verde-escuros: brócolis, espinafre, alface, couve-manteiga, agrião, 

Vegetais amarelos e vermelhos: cenoura, abóbora, tomate, rabanete, dentre outros.

2Alimentos ricos em carboidrato: devem compor ¼ do prato. Por exemplo: feijão, arroz, macarrão, batata, aipim, massas, lentilha, farinhas, ervilhas, pães e etc.

3 – Proteína animal: devem compor ⅛ do seu prato. São as carnes vermelhas, frango, peixe, porco ou ovo.

4 – Proteína vegetal: devem compor ⅛ do prato. Feijões, grão-de-bico, ervilha, lentilhas, por exemplo.

Escreva sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 10 =

entrevista do Drº Daniel Neves no Jornal Mundial News
Entrevista do Drº Daniel Neves no Jornal Mundial News
Saiba Mais
Oncoville conquista certificação ONA
Oncoville conquista certificação ONA
Saiba Mais
tratamento de câncer de próstata e impotência sexual
O que devemos saber sobre tratamento de câncer de próstata e impotência sexual
Saiba Mais

Visitado 226 vezes

Receba novidades